terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Uma certeza


Uma certeza... E mesmo que as lágrimas o fizessem sorrir,os soluços acalmassem a sua dor e os machucados alegrassem sua frustração; procurarias um jeito equivalente de demonstrar suas fraquezas. Um motivo... Os seres humanos se vitimam, escutam a mesma música para se sentirem pior, batem na mesma tecla lembrando o mesmo momento e bebem para piorarem no dia seguinte. Para quê? Para provarem a si mesmos sua fragilidade e mostrarem aos outros que necessitam de atenção. Ao invés de fazerem da tesmpestade uma verdadeira festa e apontarem sua capacidade diante do tempo e da redenção. Uma solução... Fazer as lágrimas sofridas se transformarem em desabafo, fazer das músicas tristes um trampolim para as festivas, fazer aquele momento ser apenas mais uma conseqüência da vida, trocar as bebidas que garantiriam segurança, por uma saída com os amigos, mesmo acompanhado de refrigerante. Uma conclusão... A vida é uma grande roda-gigante, uma hora estamos em cima, noutra estamos em baixo. Certifique-se de que não está indo longe demais, tentando se suicidar nos momentos de altitude, e deixando os momentos baixos deixarem você cair. Encare o tempo como ele deve ser encarado, passasseiro e curador.
  

{Juliana Bender}

5 comentários:

Borba Magalhães disse...

O tempo passa e tudo o que se vive está eternamente entregue ao momento em que se há.

(marta entre parênteses) disse...

lindo..
ah o tempo..
..adoro discursar sobre ele

Alice disse...

lay novo?
ja?
goXtei!
belo texto!


.*

Marcela disse...

Oi Tan tanzinha! =P
QUem é Juliana Bender? Gostei do texto dela, mas nunca ouvi falar, queria ler mais coisas dela!
Big beijo

Ju Bender disse...

Olha, um texto meu!
fico muito grata que tenham o apreciado, de verdade!

Um beijo!