domingo, 12 de outubro de 2008

Casa de bonecas

Quando ela olha para as fotos, o que sente mais saudade é de sua infância. Época em que não queria ser mais ninguém além de si mesma, mais nada além de feliz e onde a única vida que ela imaginava era a de sua boneca. Mas a boneca deu lugar a menina, que hoje já é quase uma mulher. A casa de bonecas desmoronou, mas ainda está em sua memória, porém é só mera lembrança de uma fase que passou... Quando seu mundo de ilusão deu lugar à realidade.
             
{Tanmi}
       
Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais
       
(...)
       
'Meus oito anos'
Casimiro de Abreu
       
Feliz dia das crianças!

11 comentários:

Janete Andrade disse...

talvez a grande verdade sobre amadurecer seja essa... perdemos ilusões e ganhamos responsabilidades, mas ficam as lembranças - vivas, e que devem sempre ser lembrandas porque jamais esquecer a criança que fomos... :))


**;

Dany disse...

lindo post... e esse texto de casimiro de abreu, virou música na voz de vinícius de morais... era a canção que minha mãe costumava cantar pra mim, pra me colocar pra dormir... vc nãoo sabe quantas lembranças boas me causou!
Bjs, linda!

Mary West disse...

Bah eu naum tenho lá muito saudade da minha infancia naum. Gosto de pensar que os melhores momentos ainda estão por vim e de qualquer forma tb acredito que quando tiver um filho, voltarei a ser criança novamente atraves dele. ;)

Bill Stein Husenbar disse...

Que saudades da doce idade.
Quem as não tem?

Imperdível.

Pura e terna inocência

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Carol Garcia disse...

que fofo ;*
FELIZ DIA DAS CRIANÇAS PRA VC TBM !

T disse...

Toda linda você e o post.
Bjs

Maldito disse...

Pois é,...
e como diriam os padres hoje em dia: "Vinde a mim as criancinhas!"
rsr
bjs

máa :* disse...

a infância é o melhor da vida;

Camila :) disse...

legaal :0
olhaa to de blog novinhuu,devido a uns problemas no outro.
Passando rapido(porem eu li viu?)!

bejooo

Nicky disse...

a inocência é o que mais sinto falta da minha infância. quando o mundo parecia tão pequeno e ao mesmo tempo tão grande. quando eu tinha onde me proteger dos pesadelos bobos.

beeijo

*Raíssa disse...

Também sinto falta da minha infância. Ser adulto nos traz muitas responsabilidades.

Muito legal o novo layout, adorei!

Beijos