quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Sobre escolhas e barreiras


Sente-se em eterna concorrência consigo mesma (...)
         
Entre a vontade e a falta de coragem
Entre o fazer e o cansaço
Entre o sorrir ou fechar a cara
Entre o sentir ou fingir que não sente
Entre a lembrança ou o esquecimento
Entre o sonho e a realidade
Entre falar ou ficar em silêncio
Entre o querer e o correr atrás
Entre as pessoas e o isolamento
Entre brigar ou a paz de espírito
Entre planejar ou viver o momento
Entre a amizade e a desconfiança
Entre o certo ou a incerteza
Entre o agora e a espera (...)
         
Não existe pior barreira ou concorrente mais forte,
Você é o seu maior obstáculo!
                 
{Tanmi}

6 comentários:

Janete Andrade disse...

tô enfrentando uma concorrência comigo mesma, travei uma luta comigo... tô tentando optar pelo 'esquecer' entre continuar lembrando ou esquecer, mas a outra de mim insiste em lembrar... :Y'

;**

Maldito disse...

Entre isso e aquilo,...
Eus empre faço aquilo,...rs

Obrigado pelo link!

Marcelo Martins disse...

Entendo as suas linhas...
Isso é apenas parte da natureza feminina.
Mas, confesso, nunca vou entender por que temem se entregar de fato...
Qual graça teria a vida sem amor, sem paixão e até sem o sofrimento?
Vocês são mesmo complexas, e por isso mesmo absolutamente especiais.

Beijos meus

Super Nada disse...

Esse seu post cai como uma luva para mim, porque eu sempre brigo comigo mesmo, fico dizendo que eu sou mais forte que meu inconsciente, as vezes ganho, as vezes perco, mas nunca deixo de lutar.

Dany disse...

Eu tb me sinto tão assim! Entre a cruz e a espada, como se diz!
Bjs

Mary West disse...

Sempre vamos sentir que o ontem poderia ter sido melhor.